FREGUESIA DE PAI PENELA - MÊDA  


----------------------------
----------------------------








HERÁLDICA



Brasão: escudo de prata, duas armações de moínho negro, cordoadas do mesmo vestidas de azul, alinhadas em faixa; em chefe, tiara pontifícia de vermelho, guarnecida de ouro, com seus fanhões e em campanha, monte de cinco cômoros pedregosos, de negro, realçados de ouro. Coroa mural de prata de três torres. Listel branco, com a legenda a negro: «PAI PENELA»


Bandeira: azul. Cordão e borlas de prata e azul. Haste e lança de ouro.


Selo: nos termos da Lei, com a legenda: «Junta de Freguesia de Pai Penela - Meda».


Parecer emitido a 8 de Novembro de 2004, pela Comissão de Heráldica da Associação dos Arqueólogos Portugueses, e que foi estabelecido, nos termos da alínea q), do nº 2 do artigo 17º do Decreto Lei nº 169/99, de 18 de setembro, sob proposta desta Junta de Freguesia em sessão de Plenário de Freguesia de 30 de Dezembro de 2004. Publicado no Diário da República nº 23 de 2 de Fevereiro de 2005. Registado na Direcção Geral das Autarquias Locais com o nº 70/2005 de 23 de Fevereiro de 2005.

 

 

 

DESCRIÇÃO DA SIMBOLOGIA


Motivos:
Tiara Pontifícia: Representa o orago da freguesia, S. Silvestre, bem como o topónimo principal. Este é um genitivo do nome próprio "Paius".

Armações de Moínhos: Representam o carácter rural da freguesia e as antigas moagens, prática comum na freguesia em tempos mais recuados.

Monte Pedregoso: Representa o segundo elemento do topónimo, Penela, diminutivo de pena (lat. Pinna; celt. Penn = cabeço. penhasco, altos fragudos, pontos dominantes)




Brasão



Bandeira



Selo


Home :: Contactos :: Acesso de Editores :: Direitos Reservados