JUNTA DE FREGUESIA DE FONTELO - ARMAMAR  


----------------------------
----------------------------








HISTÓRIA

«A história da freguesia de Fontelo está intimamente relacionada com a ermida situada no alto do monte de São Domingos, está sob a invocação do dito santo.
No alto do monte, existiu anteriormente uma ermida pagã, mas foi substituído o seu culto pelo cristão.
" na segunda metade do século XII, Fontelo estava dividido em três honras: a de Egas Moniz ... a de Pero Viegas ... e ainda uma ponte da coroa... (1)"
Fontelo tornou-se Comenda da Ordem do Hospital, devido à doação que Dona Veraca Sanches, filha de D. Sancho I, efectuou áquela Ordem.
A acção que estes fidalgos tiveram foi de muita importância para repovoamento de Fontelo.
Entre os donatários que seguiram é de destacar a família nobre dos Coutinhos, "alcaides de Lamego e Trancoso, donde derivam os condes de Marialva (2).
O foral novo da vila Reguenga de Fontelo foi concedido por D. Manuel I em 17 de Maio de 1514.
Além da Ordem do Hospital, foi também Comenda da Ordem da Malta. Teve também bispo residente, na casa hoje conhecida pela Casa dos Santos.
"Fontelo foi vigararia da apresentação do bispo de Lamego, tendo passado a reitoria (3).
A freguesia de Fontelo foi integrada no concelho de Armamar depois de ter sido extinto o concelho de Fontelo, em 1834.
Podemos ainda dizer acerca da história desta freguesia que Fontelo teve Pelourinho e cadeia, o primeiro desapareceu e a segunda é casa de habitação.»


Fontes: (1) Monteiro, J. Gonçalves, Subsídios para a Monografia do Concelho de Armamar, Viseu 1984 s/e, p. 244.
(2) Id. Ibid; p. 245
(3) Id. Ibid; p. 244

Fonte: Site da Câmara Municipal de Armamar


«
ELEVAÇÃO DA POVOAÇÃO DE FONTELO, NO CONCELHO DE ARMAMAR, À CATEGORIA DE VILA


LEI Nº 77/99 de 30 de Junho
A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161º da Constituição, para valer lei geral da República, o seguinte:

ARTIGO 1º

A povoação sede de freguesia de Fontelo, no concelho de Armamar, é elevada à categoria de vila.

ARTIGO 2º

A presente lei entra em vigor no dia 1 de Novembro de 1999.
Aprovada em 13 de Maio de 1999
O Presidente da Assembleia da República, António de Almeida Santos.
Promulgada em 11 de Junho de 1999.
Publique-se.
O Presidente da República, JORGE SAMPAIO.
Referenciada em 16 de Junho de 1999.
O Primeiro-Ministro, António Manuel de Oliveira Guterres.»

Fonte: Diário da República - I Série-A nº 150 de 30-06-1999
 

 

 

 


LENDA

 


LENDA DA FERTILIDADE
 

«D. Afonso V deve ter visitado a ermida, na companhia da rainha D. Isabel em 1454, aquando da sua ida para a batalha do Toro. Também o seu filho D. João II e sua mulher D. Leonor terão feito o mesmo anos mais tarde. O motivo da visita deste último era o de pedir a intervenção divina para que lhe fosse concedido um sucessor. Voltaram a S. Domingos uma segunda vez em finais de 1483, já com o seu filho varão, o príncipe D. Afonso, nascido a 18 de Maio de 1475.
De facto, casais que procurassem ter filhos e tivessem dificuldades em consegui-lo dormiam ao relento sobre a “pedra propiciatória”, ou “fraga da fertilidade”, que ainda hoje se pode ver junto da porta da sacristia da ermida.»


Fonte: Site da Câmara Municipal de Armamar




Foral da Vila de Fontelo



Placa comemorativa da Eleva��o de Fontelo a Vila



F�ssil


Home :: Contactos :: Acesso de Editores :: Direitos Reservados